Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

5 coisas que todo mundo deve saber sobre a esposa do pastor; a última é a mais polêmica

São muitos os desafios que as mulheres casadas com pastores enfrentam e muitas vezes elas gostariam de fazer com que todos entendessem que nem tudo é o que parece e que cada um tem sua vida, apesar do compromisso de união.

PUBLICIDADE

Todo casal combina em algumas coisas e discorda em outras, assim também é na vida de uma mulher casada com um religioso, ela não precisa ficar o tempo todo concordando com tudo que ele diz, então fique atento à relação abaixo para ser mais compreensivo com elas.

Ela é dona de si: a mulher de um pastor tem suas próprias visões políticas, bíblicas e encara a vida de um jeito que às vezes combina com a visão do marido, mas outras vezes, não. Deixe ela ser do seu próprio jeito, não queira obrigá-la a viver na sombra do marido.

PUBLICIDADE

Dificuldade financeira: a mulher casada sabe que são muitos os problemas enfrentados e lidar com a questão financeira é um grande desafio. Tem as despesas do imóvel, as compras da semana, gastos com saúde, supermercado, padaria, escola, os filhos, então não pense que a mulher do pastor é rica e vive esbanjando.

Marido é de todos: muitos pastores precisam ficar disponíveis para os fiéis quase que o dia todo e isto acaba fazendo com que a esposa dele precise ser compreensiva ao extremo. Só que nem todo dia ela está assim, então procure compreendê-la, caso algo dia queira o marido só para ela e a família.

Prejudicada pelo marido: quando o pastor não é visto por bons olhos pelos fiéis, a esposa dele acaba sendo prejudicada também. Se a comunidade acha que o pastor é preguiçoso, não tem o dom da palavra, não tem paciência com todos, muitos acabam achando que a mulher dele também é assim.

Não gosta de todos: um dos maiores erros é pensar que a esposa do pastor gosta de todo mundo na igreja. Ninguém é obrigado a gostar de todo mundo. A mulher é livre para não se dar bem com um vizinho, uma colega de trabalho e certamente não terá interesse em manter amizade com certas pessoas na igreja, mesmo que o pastor procure se aproximar de todos.