Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Adolescente identificado como responsável por um dos perfis que levava crianças a se mutilarem e ao suicídio disse que tudo era brincadeira

A Polícia Civil de São Paulo conseguiu identificar um dos perfis do “Homem Pateta”, que tem como objetivo ameaçar, levar crianças a se automutilarem e até mesmo ao suicídio. Os agentes descobriram que um adolescente, localizado na cidade de Sorocaba, está por trás da conta.

PUBLICIDADE

Segundo informações da polícia, o menino seria o criador de um desses perfis que lança desafios as crianças levando-as a cometerem atos de violência com si próprias.

Através de um perfil com o nome de “Jonathan Galindo”, o “Homem Pateta” colocava o seu plano em ação. De acordo com a investigação, são muitos os perfis desde o mês de junho, sendo que até então três estados brasileiros já foram relacionados a casos de ações das contas, e são eles: Mato Grosso do Sul, São Paulo e Santa Catarina.

PUBLICIDADE

O menino revelou a polícia que enviava as mensagens para o celular das vítimas, mas tudo não passava de uma brincadeira. A identidade do jovem não foi revelada, entretanto, de acordo com o site UOL, a polícia acabou aprendendo o celular do rapaz. O aparelho foi enviado para perícia e o caso foi levado pelos Policiais Civis para a Delegacia Seccional de Sorocaba, onde o inquérito continuará a ser feito.

Páginas: 1 2