Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Bebê de apenas um mês morre depois de ser sufocado pelos pais embriagados, polícia investiga o caso

  • Roberta R 

Um casal da cidade de Lagoinha, no Piauí, estão enfrentando uma acusação de homicídio. A polícia ainda investiga o caso para determinar se houve ou não dolo na ação. As informações iniciais dão conta de que o homem Francisco Lopes Ribeiro e, a mulher, Maria do Socorro Pereira de Oliveira chegaram em casa embriagados e deitaram sobre o bebê causando a morte.

PUBLICIDADE

Vizinhos e pessoas próximas do casal confirmaram que ambos, Francisco e Maria, costumam fazer uso excessivo de bebida alcoólica e, ainda de acordo com conhecidos, Maria do Socorro é também usuária de drogas. O incidente foi percebido pelo próprio casal pela manhã, assim que acordaram e encontraram a criança.

PUBLICIDADE

De acordo coma  apuração inicial, a criança dormia na mesma cama que o casal e acabou sendo sufocada. Maria e Francisco saíram de casa em direção a um bar onde permaneceram até a madrugada, quando voltaram para casa. Tudo indica que o casal deitou junto ao bebe na cama e, em algum ponto, um dos dois rolou sobre a criança que acabou sufocada.

Essas são as informações preliminares, mas um subtenente envolvido no caso afirmou que apenas a perícia será capaz de determinar com certeza qual a causa da morte e como ela deve ter acontecido. Ao chegarem na residência, os policiais encontraram o bebê dentro de uma rede já sem vida.

Os meios de notícia que reportaram o acontecido não informaram se o casal já foi ouvido em depoimento ou se confirmaram ou negaram o crime. O casal pode enfrentar a acusação de homicídio culposo, quando não há intenção de matar, ou até mesmo a acusação de homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Vizinhos e familiares lamentaram a morte da criança e pediram justiça. Ainda de acordo com a polícia local, o conselho tutelar da cidade já tinha conhecimento do abuso de álcool dos pais e consumo de drogas da mãe.