Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Bianca Andrade, a ‘Boca Rosa’, comenta processo de R$500 mil movido pela Globo contra ela e explica seu lado

Através de uma publicação do site Notícias da TV, um processo movido pela rede Globo contra Boca Rosa, ex-participante do “Big Brother Brasil”, acabou dando pano para manga. A emissora acusa a influencer de ter quebrado contrato.

PUBLICIDADE

Bianca Andrade, conhecida como Boca Rosa, foi parte da atração que foi ao ar entre 21 de janeiro de 2020 a 27 de abril do mesmo ano. Como parte do contrato, a influencer estava proibida de participar de programas concorrentes até dia 30 de abril.

O problema é que, no dia 20 de março, o canal de stream Prime Video estreou um reality show com a participação dela. “Soltos em Floripa” foi gravado anteriormente e entrou no catálogo do canal de streaming 41 dias antes do que previa o contrato da influencer com a Globo.

PUBLICIDADE

Por esse motivo, a emissora está movendo uma ação de R$500 mil contra Bianca, que alega que tudo é um grande mal-entendido. Bianca alega que não agiu de má fé e, na verdade, o contrato com a Prime Video havia sido assinado antes.

A influencer explica que tinha uma equipe pequena e que não tinha conhecimento profundo das questões jurídicas, mas que agora conta com um time maior e está disposta a resolver o mal-entendido.

Em resumo, o reality show da Prime Video estava gravado antes do “Big Brother Brasil” ir ao ar. Bianca alega que não assinou nenhum contrato concorrente com a Globo depois do “BBB” e, por isso, não teria quebrado as cláusulas.