Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Bolsonaro anuncia que suspensão do financiamento da casa própria será ampliado

  • Roberta R 

Para muitas famílias, a existência de débitos parcelados tem se tornado uma verdadeira dor de cabeça. Dívidas com cartões de crédito, bancos e outros fiadores podem ser um problema incontornável em meio ao contexto de desemprego e pandemia. Por isso, medidas públicas que garantam o controle de juros em caso de atraso ou suspensão total das cobranças é tão importante.

PUBLICIDADE

Quem tem financiamento de casa própria na Caixa pode respirar aliviado por enquanto. Acontece que o presidente Bolsonaro confirmou a jornalistas, na saída do Palácio da Alvorada, que conversou com o Presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e conseguiu negociar a ampliação da suspensão das mensalidades de três para 4 meses.

PUBLICIDADE

Isso não significa, vale ressaltar, que essas parcelas estão extintas ou perdoadas, apenas que o devedor terá a opção de congelar a cobrança temporariamente e, mais tarde, negociar um novo parcelamento desses valores. A medida é para garantir que as famílias afetadas economicamente pela pandemia tenham condições de retomar o pagamento mais tarde, com a situação menos caótica.

Essa opção de congelamento vale para pessoas físicas com contratos antigos de financiamento. Contratos realizados depois do dia 13 de maio já estão sob carência de 6 meses. Durante esse período, não serão cobradas parcelas. Essa suspensão provavelmente pode ser ampliada por ainda mais tempo caso a situação de pandemia se prolongue.

Para solicitar a suspensão do pagamento, os clientes são orientados a procurar o banco através de telefone ou mídias digitais. Atualmente, a caixa além do site, também oferece o aplicativo para aparelhos android e iOS, além do telefone 0800 726 8068, específico para renegociação de contratos. Outros telefones de contato são: 3004-1105 e 0800 726 0505.

Detalhes sobre outros requisitos para pedir o congelamento das parcelas não foram informados, então o mais recomendado é que o interessado procure informações diretamente com o banco para sanar as dúvidas.