Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Bolsonaro ironiza repórter e disse que foi em hospital para fazer teste de gravidez

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) está sendo notícia no Brasil e no mundo devido a sua postura um tanto quanto controversa para a maioria das pessoas, em relação à pandemia do novo coronavírus. O chefe de estado do Brasil já mencionou que o novo coronavírus é somente uma gripezinha e que tudo não passa de uma invenção da mídia.

PUBLICIDADE

Agora, Jair Bolsonaro voltou a causar mais uma polêmica ao fazer visitas em alguns pontos da capital federal na manhã desta última quinta-feira. Ele fez isso pelo segundo dia seguido, mesmo o país estando em meio à pandemia do novo coronavírus e estando em segundo lugar no ranking mundial, com milhares de casos a cada dia.

O presidente da República visitou uma unidade hospitalar da região e uma farmácia em um bairro da capital federal. Bolsonaro ficou em frente ao balcão do estabelecimento comercial e não respondeu sobre o seu motivo da visita nesses locais supra citados.

PUBLICIDADE

Ao ser questionado sobre para onde mais iria, ele respondeu que tinha o direito de sair para rua. O presidente disse que esse direito dele faz parte da constituição e ninguém vai tirar isso dele.

A visita inicial de Bolsonaro foi no HFA, que fica na capital do país. Essa visita não consta na agenda oficial de Jair Bolsonaro, porém se tratou de um encontro dele com o corpo de médicos da unidade, de acordo com algumas fontes especializadas.

Um dos jornalistas perguntou o que ele foi fazer no HFA, o presidente ironizou a pergunta do profissional da imprensa e disse que foi até lá para tomar um sorvete. Porém, os jornalistas fizeram novamente a mesma pergunta, e o presidente disse que foi “fazer teste de gravidez”. Ao circular pelas ruas de Brasília o presidente presenciou todo tipo de manifestação, desde a favor ou contra a sua presença ali.