Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Bolsonaro manda recado a repórter que foi mantida como refém e a Renata Vasconcellos

Na tarde desta quarta-feira (10), um homem invadiu a cede da Globo Rio, no Rio de Janeiro. Ele estava armado com uma faca, e fez a repórter Marina Araújo como refém.

PUBLICIDADE

A polícia foi rapidamente acionada e ele começou uma negociação com os policiais.

Ele exigiu que a jornalista Renata Vasconcellos falasse com ele, neste dia que é aniversário de Renata.

PUBLICIDADE

Com a orientação do policial que coordenava a operação, Renata apareceu no local onde acontecia o sequestro.

Ao ver a jornalista, o homem largou a faca e se rendeu sem oferecer resistência aos policiais.

Ele foi contido e preso e conduzido para a 15° Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro.

A emissora emitiu uma nota dizendo que o atentado não teve cunho político e foi um ato de uma pessoa com problemas mentais.

Nas redes sociais muitas pessoas responsabilizaram apoiadores do Presidente Jair Bolsonaro pelo atentado, o que foi desmentido pela própria emissora.

Páginas: 1 2