Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Celular explode enquanto garoto de 6 anos assistia vídeo e caso acende um alerta

Este caso serve de alerta para os pais e responsáveis por crianças que já tomaram por hábito o uso do aparelho celular.

PUBLICIDADE

Na manhã desta última terça-feira (16), um celular que estava sendo manuseado por uma criança de seis anos, explodiu. O caso aconteceu na residência da família que fica na cidade de Quiterianópolis, localizada no interior do estado do Ceará.

A professora Maria Eugênia, mãe do garoto, afirmou que o filho foi diagnosticado com autismo, um dos passatempos preferidos da criança e assistir vídeos no aparelho celular.

PUBLICIDADE

Ainda segundo Maria Eugênia, que só não ocorreu algo mais grave porque ela estava atenta e percebeu que o aparelho celular começou a soltar fumaça.

Imediatamente ela retirou o filho de perto do celular, o aparelho começou a inchar até que explodiu. Graças aos olhos atentos da mãe o garoto não ficou ferido.

O pai do menino ficou bastante assustado, mesmo após explodir o celular continuou produzindo muita fumaça, ele então chutou o aparelho e jogou água até que a fumaça cessasse.

A professora revelou que o aparelho celular tinha cerca de um ano de uso e que nunca havia apresentado algum tipo de problema. O menino identificado como Bernardo está bem, não sofreu queimaduras, mas também ficou bastante assustado. O celular foi descartado pela família.

Casos similares a este não são raros, por isso é preciso ficar bastante atento quando as crianças estão manuseando o celular. Vale ressaltar que nunca se deve usar o celular enquanto ele estiver carregando.