Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Depois de 16 anos, jovem procura polícia e diz ter sido sequestrada

Durante 16 anos uma família procurava por Luana Lopes Oliveira, sequestrada no ano de 2003. Ao contrário do que muitos pensavam, felizmente Luana estava viva e voltou para casa após chamar a polícia.

PUBLICIDADE

Segundo informações, uma mulher de 24 anos de anos de idade procurou a polícia Civil no estado do Paraná, especificamente na cidade de Florestópolis, alegando ser Luana.

A mulher procurou a polícia no último dia 7 de março, dizendo que havia sido sequestrada com seu irmão quando tinha apenas 8 anos de idade.

PUBLICIDADE

Foi solicitado à jovem o exame de DNA para comprovar se de fato ela era ou não Luana. O teste deverá ficar pronto em torno de 30 dias.

O caso foi reaberto no dia 10 de março, terça-feira, para apurar novamente todos os fatos e ver as falhas em achar a garota. A menina reside no Rio de Janeiro e diz não se lembrar de nada anteriormente aos seus 10 anos de idade.

A menina possui a mesma idade que Luana teria hoje e também é muito parecida com a família da menina.

A jovem conta que nada havia estado incomum em sua vida, até o momento em que lhe foi revelado que ela era adotada. A tia da jovem contou que ela havia sido adotada, e depois de algumas buscas, ela acredita ter sido sequestrada.

A delegada responsável por esse caso, Patrícia Perez, conta que a jovem realizou algumas buscas na internet por crianças que possuíam a mesma idade que ela e que haviam sido sequestradas.

Em suas redes sociais, a suposta Luana entrou em contato com a família da menina desaparecida e depois de algumas conversas e fotos trocadas, concluiu que deveria ser, de fato, Luana.

Luana foi sequestrada com o irmão aos 8 anos de idade quando foi comprar leite. O menino tentou reagir, foi espancado e deixado na estrada, e sem memória, não conseguiu dar muitos detalhes do sequestro.