Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Documentário sobre João de Deus mostra depoimentos inéditos de mulheres

O nome de João de Deus é um dos mais envoltos em polêmicas nos últimos anos. O famoso médium brasileiro tem sido alvo de denúncias de mulheres que o acusam de abuso sexual durante suas sessões de consultas espirituais. O caso ganhou enorme proporção nacional por conta dos depoimentos.

PUBLICIDADE

Após tantas matérias nos principais meios jornalísticos do país, foi lançada uma série documental no Globoplay intitulada “Em Nome de Deus”. A atração está disponível no serviço de streaming da TV Globo desde esta última terça-feira (23). O primeiro episódio chegou a ser exibido nas telinhas da emissora.

O caso de João de Deus é relatado em seis partes que mostram a história do médium, desde a sua infância, na cidade de Itapaci, no estado de Goiás, até quando ele foi preso pelos crimes de abusos sexuais.

PUBLICIDADE

O ineditismo dessa série fica por conta de alguns documentários originais que foram feitos por sete mulheres, de diferentes regiões do país e de distintas faixas etárias. Pela primeira vez, elas decidiram mostrar seus rostos depois de tudo o que passaram e após denúncias.

Essas vítimas, incluindo uma das filhas de João de Deus, nunca tinham se visto anteriormente, mas agora aceitaram uma reunião. No encontro, elas fizeram uma roda de conversa em que ambas se escutaram e se apoiaram. Nestes episódios, serão revelados alguns trechos nunca antes mostrados deste bate-papo das mulheres.

Cada qual repercute a sua história sempre pelo mesmo aspecto em comum: a busca por algum milagre, os abusos padronizados, vulnerabilidade, a indignação dos fatos, os temores e também a vergonha que passaram com tudo isso. Esse documentário é dirigido e criado pelo jornalista e apresentador Pedro Bial, com direção de conteúdo a cargo de Fellipe Awi. A série também será exibida pelo Canal Brasil, a partir de quarta-feira (24), na faixa das 20h50.