Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Em tempos de pandemia, prefeito na Bahia causa maior polêmica ao falar sobre reabertura do comércio: “Morra quem morrer”

Em tempos de pandemia, em que milhares de pessoas já morreram por causa da covid-19, o prefeito da cidade de Itabuna, na Bahia, gerou muita indignação com a expressão usada para afirmar que vai reabrir o comércio.

PUBLICIDADE

O mundo inteiro está sofrendo os efeitos da pandemia do coronavírus, que já dura meses e ainda não há previsão para terminar, pelo fato de ainda não existir uma vacina com eficácia comprovada para imunizar toda a população.

Nesse contexto, o prefeito Fernando Gomes Oliveira fez uma transmissão na última terça-feira e as palavras do mesmo viralizaram na internet. Ao anunciar a reabertura do comércio na cidade, ele usou certa expressão que causou revolta, ao dizer: “Morra quem morrer”.

PUBLICIDADE

A reabertura do comércio deve acontecer na cidade no dia 9 de julho, no entanto, as palavras do prefeito que foram o maior problema. Logo que o caso se tornou viral, a prefeitura da cidade publicou uma nota dizendo que as palavras do político foram mal interpretadas e tiradas de contexto.De acordo com as informações do site UOL, o prefeito teria voltado atrás na primeira vez que tentou reabrir o comércio, por causa de um relatório que recebeu da procuradoria jurídica do município, que informava que a cidade de Itabuna estaria com 100% dos leitos ocupados nos hospitais, com uma grande demanda de pacientes.

De acordo com as informações repassadas pela Secretaria de Saúde da Bahia, o município de Itabuna tem 2.637 pessoas confirmadas com coronavírus e a cidade já contabiliza 58 mortes pela doença. Fato ainda mais preocupante com a decisão de reabertura de comércio que o prefeito está tomando.

O político chegou a dizer que já até havia mandado fazer o decreto para abrir o comércio no dia 9 de julho, falando as palavras que causaram tanta indignação.

Não esqueça de deixar sua opinião sobre o assunto nos comentários abaixos.