Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Estudo aponta que pessoas de sangue tipo O são menos sujeitas ao tipo grave do coronavírus, enquanto as de tipo A são mais suscetíveis

  • Roberta R 

O coronavírus é uma família de vírus que existe e é conhecido por cientistas no mundo todo há anos, mas os tipos que compõem essa “família” ainda são desconhecidos e, exatamente por isso, a covid-19 tem tido tanto poder mundo afora, os cientistas ainda não estavam prontos.

PUBLICIDADE

Com o avanço da doença, pesquisadores do mundo todo se voltaram para estudos relacionados ao vírus e isso tem colaborado para descobertas realmente incríveis. Um novo estudo aponta que existe relação genética com a forma que o vírus se manifesta.

Três grandes Universidades, da China e Europa, chegaram a mesma conclusão em suas pesquisas distintas. De acordo com a genética do paciente, seu sistema imunológico pode reagir de uma maneira diferente à contaminação. Isso significa que algumas pessoas podem ser mais propensas a desenvolver o tipo grave da doença.

PUBLICIDADE

Uma das descobertas, por exemplo, aponta para uma resposta imunológica mais eficaz por parte de pessoas cujo o tipo sanguíneo é o O. Enquanto o contrário acontece com pessoas de sangue tipo A, cujo a imunidade é menos eficaz contra o coronavírus.

Páginas: 1 2