Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Ex-militar, mulher trans viraliza com fotos nas redes sociais e fala sobre o período no exército

Bianca Nunes sempre soube que era uma mulher trans, mesmo antes de entrar para o exército. No entanto, a carreira militar significava a possibilidade de sair de casa e ter independência, para então poder viver como a mulher que sabia que era.

PUBLICIDADE

Em vídeos onde aborda o assunto, Bianca explica que tinha medo de se assumir para os pais porque não sabia qual seria a reação deles. Filha de mãe evangélica e pai militar, com muitos membros da família paterna sendo militares também, ela viu a carreira como uma opção.

https://www.instagram.com/p/CB-6eY_nPFA/

PUBLICIDADE

Tudo aconteceu antes da transição de gênero, então ela se alistou em fevereiro de 2017. Na época, seus documentos ainda constavam como Thassio Nunes e seu corpo ainda não dava indícios de que ela era uma mulher trans.

A carreira no exército, no entanto, foi curta. Depois da experiência, Bianca decidiu se mudar para São Paulo e se submeter a transição de gênero, para que sua aparência fosse coerente a forma como ela sempre se viu e sentiu.

https://www.instagram.com/p/CB_je6kHyPV/

Ao contrário do que alguns seguidores imaginavam, Bianca garante que gostou muito da experiência enquanto serviu. Bianca serviu como militar no batalhão de Maceió e garante que aprendeu muita coisa durante o período que viveu no serviço.

A influencer afirma ainda que não tem nada para falar contra o exército ou mal da experiência como militar. Ela afirma ser grata pela experiência e destaca o valor que tudo isso agregou em sua vida.