Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Exemplo: empresário indiano transforma seu escritório em ala hospitalar para atender pacientes pobres da covid-19

  • Roberta R 

A epidemia do novo coronavírus ainda é uma ameaça intensa na Índia, onde mais de 36 mil pessoas já morreram e os números de infecção seguem subindo. O país é o segundo mais populoso do mundo e, pelo menos, 1,6 milhão de pessoas já contraiu a doença.

PUBLICIDADE

Assim como em outros países, o poder público indiano estuda opções e intervem na população por meio de decretos. A exemplo do Brasil, na maior parte do país o governo tem imposto o distanciamento social como medida de proteção.

Ainda assim, existem regiões onde a situação está dramática. Assim, o gesto deste empresário está circulando o mundo como um exemplo de alguém que viu uma necessidade e resolveu agir por meios próprios. Sozinho, ele criou 85 leitos hospitalares.

PUBLICIDADE

Kadar Shaikh é um empresário local e viveu o drama causado pela doença. Ele passou 20 dias internado em uma clínica particular porque não haviam leitos nas unidades públicas, mas ficou chocado quando recebeu a conta do tratamento.

“Como as pessoas pobres podem pagar?”, questionou o empresário. Assim, ele conseguiu autorização das autoridades para transformar seu escritório em uma ala hospitalar. Assim, a área de 2800 metros se converteu em ala hospitalar com 85 leitos.

O poder público entrou como parceiro e vai fornecer material e equipamento hospitalar, bem como pessoal. Kadar Shaikh pagou pelas camas, colchões, roupa de cama e travesseiros, além de pagar sozinho pela conta de luz gasta no local.