Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Filha se recusa a aceitar notícia da morte do pai e se desespera ao encontrar o homem vivo no necrotério do hospital

  • Roberta R 

A família de um homem passou por horas de sofrimento e revolta em uma clínica da região de Sincelejo, na parte caribenha de Sucre, Colômbia. Juan Jose Munoz Romero, 67 anos, procurou um atendimento de emergência depois de sofrer um pico de pressão alta.

PUBLICIDADE

Acompanhado dos filhos, o homem deu entrada na Clínica Las Penitas onde foi admitido para realizar o tratamento. A família ficou do lado de fora esperando por notícias e duas horas depois recebeu a pior delas: os médicos anunciaram a morte de Juan Jose.

PUBLICIDADE

Inconformados com a notícia, os familiares permaneceram na Clínica cobrando explicações quando, num momento de distração da equipe médica, a filha de Romero invadiu a área restrita da clínica e conseguiu acessar o necrotério.

No local, ela fez uma descoberta perturbadora: seu pai estava vivo. Acordado e respirando, Juan estava com os olhos abertos. A família havia sido impedida de ver o corpo do pai por causa dos protocolos de combate ao coronavírus.

Páginas: 1 2