Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Guarda usa arma de choque para mobilizar homem que estava sem máscara em praia do Rio de Janeiro

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro está empenhada em manter todos nas ruas da cidade usando a máscara de proteção facial, uma vez que esta é atualmente uma das melhores formas de reduzir o número de contágios pelo novo coronavírus.

PUBLICIDADE

Mas neste último final de semana, uma cena chamou a atenção de todos que estavam na praia de Copacabana, zona sul do Rio, quando a Guarda Municipal chegou a usar uma arma de choque para conter um homem que se recusou a usar a máscara.

Os agentes informaram que o cidadão inclusive xingou a equipe que fazia o patrulhamento pela areia, quando lhe foi solicitado um documento de identidade para que assim a multa fosse aplicada.

PUBLICIDADE

Por não usarem a máscara de proteção, mais de 80 pessoas já foram autuadas em diversas praias localizadas na zona oeste e também zona sul da cidade neste fim de semana. Já são mais de 12 mil óbitos por Covid-19 em todo estado do Rio de Janeiro e esse número não para de subir.

Um dos agentes se aproximou do cidadão sem máscara e disse: “Me acompanha até a delegacia“. Um rapaz que tentava impedir a ação da Guarda Municipal, pediu às pessoas próximas para filmarem tudo.

Peraí, eu não tô fazendo nada“, disse o cidadão abordado. Uma mulher pediu a ele para ficar mais calmo e foi então que o sujeito começou a xingar o agente. A discussão continuou, o clima esquentou e um dos guardas aplicou um ‘mata-leão’ para mobilizar o cidadão, só que ele conseguiu se desvencilhar.

Um dos agentes então usou a arma de choque e assim o sujeito foi mobilizado e algemado em seguida, sendo conduzido até o veículo da Guarda Municipal e levado até a 12ª DP de Copacabana. O rapaz foi autuado não só por ficar sem máscara de proteção na praia, mas também por desacato, desobediência e resistência.

Assista ao vídeo: