Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Helicóptero que caiu em São Paulo transportava 300 kg de cocaína; piloto ainda não foi localizado

  • Roberta R 

A queda de um helicóptero em Ibiúna, no interior de São Paulo, acaba de se tornar um caso de maior relevância. A perícia confirmou que a aeronave transportava 300 quilos de pasta base de cocaína. O caso agora esta com a Polícia Federal de Sorocaba.

PUBLICIDADE

Marcelo Godinho, um dos comandantes envolvidos no caso, falou ao G1 sobre a queda e a ação da polícia. O comandante confirmou que o piloto chegou a ser visto por um minuto, mas conseguiu fugir pela mata densa.

Moradores confirmaram que ele recebeu ajuda de pessoas locais, mas se recusou a ser levado para o hospital e fugiu a pé. O homem tinha ferimentos leves e um corte na cabeça. A polícia não conseguiu achar sangue no helicóptero.

PUBLICIDADE

Godinho ainda confirmou que eram duas pessoas no helicóptero, de acordo com moradores locais. Além das drogas, aeronave não tinha autorização para transportar passageiros. Em consulta a Registro Aeronáutico Brasileiro, a aeronave consta como regular.

A polícia agora tem a missão de localizar os dois indivíduos que estavam no helicóptero no momento da queda e identificar os donos da aeronave. A polícia ainda vai realizar perícia na região para que nada fique encoberto.

A polícia militar confirmou que foram identificadas 230 tabletes de droga, totalizando 300 quilos de pasta base de cocaína. Ainda não foi identificado se o helicóptero estava indo, ou vindo, da cidade de Ibiúna. O caso continuará sendo investigado.