Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Homem condenado pela morte da esposa e enteadas há 9 anos vai para regime semi-aberto e mata o sobrinho

  • Roberta R 

A morte de Giovani Silva, 35, tem gerado revolta no bairro de São Gonçalo, ao nordeste de Belo Horizonte, Minas Gerais. Giovani foi morto pelo próprio tio, que estava em casa apenas por um benefício da Justiça, já que ele foi condenado por triplo homicídio e outros crimes.

PUBLICIDADE

De acordo com parentes, Alessandro cumpria pena pelo homicídio da esposa e das duas enteadas. O crime aconteceu no bairro de Ravena, Belo Horizonte, em 2011. O crime havia sido cometido depois de uma briga entre o casal.

Familiares contam que Giovani foi morto após uma briga com o tio. Os dois bebiam em um bar quando se desentenderam e a discussão evoluiu para uma briga. Tio e sobrinho entraram em confronto físico, até que ambos se armaram com facas.

PUBLICIDADE

Quem testemunhou tudo foi Thaís Silva, irmã da vítima, que conta ainda que tentou conter o irmão. No entanto, ao ver que os dois haviam se armado, ela acabou saindo da frente do irmão, que correu e atingiu o tio com um chute.

No entanto, quando tomou o chute no peito, Alessandro conseguiu atingir o sobrinho com uma facada. Giovani, já atingido, escorregou e ainda bateu com a cabeça contra a parede. Roberto da Silva, pai da vítima, conta que tudo aconteceu muito rápido.

Ele lamenta a perda e afirma que teria tentado salvar o filho, se tivesse tido a chance. Agora, a família teme o que pode acontecer caso Alessandro volte a ser solto. De acordo com parentes, o homem sempre apresentou comportamento violento e agressivo, até mesmo com outros familiares. Confira reportagem do caso abaixo: