Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Homem confessa ter matado idosa e sua neta e dá detalhes do crime; ele incendiou a casa da família para acobertar os homicídios

A polícia finalmente conseguiu fechar uma investigação que vinha gerando muitas cobranças. Em 27 de junho, foi divulgada a notícia de que uma idosa, de 67 anos, havia sido morta dentro de casa com um tiro no pescoço.

PUBLICIDADE

Se terminasse aí, já seria brutal e covarde, mas a história continua. Os criminosos atearam fogo na residência, carbonizando o corpo da idosa, e sequestraram a neta dela, uma adolescente de 16 anos. A polícia começou uma investigação na esperança de recuperar a menina com vida.

Uma peça-chave na investigação era o depoimento de outra criança, irmão da adolescente desaparecida, que estava na casa e conseguiu fugir do agressor. O menino, de 7 anos, morava com a irmã, a avó e o pai, que não estava na casa no momento do ataque.

PUBLICIDADE

O suspeito foi identificado como Leandro Daniel Hoffmann, de 31 anos, e acabou confessando o crime. Hoffmann afirma que estava alterado no dia do crime. Ele contou à polícia que, naquele dia, havia bebido muito e tinha tido uma discussão com a esposa.

Páginas: 1 2 3