Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Homem descobre que tem 955 anos de acordo com sua certidão de nascimento e agora luta para tirar a 2º via dos documentos

Nem sempre nos damos conta do quão importante nossos documentos são na vida prática. As vezes é só diante de um imprevisto que esse tipo de assunto surge. Raimundo Queiroz acabou fazendo uma grande descoberta sobre si mesmo quando perdeu os documentos.

PUBLICIDADE

Nascido em Plácido de Castro, no Acre, ele acabou descobrindo que sua certidão de nascimento registrava que ele tem 955 anos. Isso aconteceu em 2019 e só agora ele conquistou a determinação da Justiça para conseguir tirar a segunda via dos documentos.

Um erro de digitação fez com que sua data de nascimento ficasse registrada como 12 de outubro do ano de 1064. Não é preciso ser um grande advinha para perceber que é impossível que ele tenha essa idade, o que faria dele o homem mais velho de todo o mundo.

PUBLICIDADE

A descoberta só foi feita porque Raimundo perdeu seu CPF, RG e carteira de trabalho. Ao tentar registrar o boletim de ocorrência pela perda dos documentos, no entanto, acabou descobrindo o erro na certidão de nascimento.

A princípio, o cartório que havia emitido a certidão se recusou em retificar o documento, fazendo com que Raimundo fosse à Justiça. Seu advogado, Cláudio Diogenes, explica que a decisão pela correção foi feita em audiência por videoconferência e agora cabe ao cartório cumprí-la.

Com a decisão da Justiça, Raimundo está um pouco mais próximo de resolver os problemas e tirar a segunda via dos documentos que perdeu, embora o contexto de pandemia ainda possa significar um problema.