Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Homem usa veneno de matar baratas para envenenar as máscaras de sua ex-mulher; o plano é descoberto e ele vai para a prisão

Um caso absurdo se deu na madrugada da última segunda-feira (22) em Presidente Prudente, que fica no interior de São Paulo, onde um cidadão de 55 anos foi detido sob acusação de usar veneno de matar baratas e outros insetos nas máscaras de sua ex-mulher.

PUBLICIDADE

A ex-mulher acionou a polícia e contou que sua residência foi invadida pelo homem que fez ameaças e a agrediu, além de danificar toda sua casa. A mulher já havia o denunciado e tinha até uma medida protetiva contra ele pelo mesmo motivo: agressões.

Enquanto fazia a denúncia, a mulher de 44 anos entregou aos policiais duas máscaras que estavam sobre a pia cobertas por uma substância, ao lado estava uma lata de inseticida que o homem usou na intenção de envenenar as máscaras sem que sua ex soubesse.

PUBLICIDADE

As máscaras seriam usadas por ela logo pela manhã quando iria sair de casa, a polícia percebeu que realmente as máscaras estavam com inseticida. Elas foram apreendidas e levadas para perícia.

Páginas: 1 2