Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Hospital municipal cobra R$ 250 para realizar teste de Covid-19 em menino de 3 anos

Um caso revoltante aconteceu em Nova Mutum, no Mato Grosso. Um menino de 3 anos deu entrada em um hospital municipal para controlar convulsões, mas acabou sendo internado por conta de sintomas de covid-19.

PUBLICIDADE

O menino sofre de hidrocefalia, que é um acúmulo de água no cérebro, e por conta disso sofre de dores de cabeça agudas e convulsões. Em um desses episódios, a família procurou o pronto-socorro local.

Dominicke é criado pela bisavó, Ayres da Costa, de 70 anos, e recebe apoio do pai. A idosa conta que o menino deu entrada no hospital por conta das dores de cabeça, mas depois de 7 dias, começou a apresentar dificuldade para respirar.

PUBLICIDADE

A idosa afirma que chamou médicos e enfermeiras para socorrer o menino e perguntou se aquilo não seria covid-19, mas os médicos disseram que não. Ela conta que o menino chegou a ser levado para passar por drenagem e tossia sangue.

Também conta que precisou insistir com os médicos para que fosse realizado um exame para coronavírus, até que os atendentes concordaram, mas condicionaram o exame ao pagamento de R$ 250 reais.

Páginas: 1 2