Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Ícone de trilhas sonoras de novelas da Globo, querido cantor que marcou época falece aos 92 anos

Faleceu neste domingo (26), aos 92 anos, o cantor Valdemar Farias, mais conhecido como Roberto Luna – o seu nome artístico -, em São Paulo. A informação foi inicialmente repassada pelo jornalista Wellington Farias, que é primo do artista. As causas do óbito, por sua vez, não foram reveladas. Dentre os vários trabalhos artísticos, o cantor ficou conhecido principalmente por integrar a trilha sonora da minissérie Hilda Furacão, transmitida pela Rede Globo em 1998.

PUBLICIDADE

A notícia do falecimento de Roberto Luna rendeu condolências e homenagens de fãs, amigos, familiares, artistas e políticos. O prefeito do Município de Serraria, no Estado da Paraíba, onde o cantor nasceu, emitiu uma nota pública de pesar. “Na certeza de que Roberto Luna foi e sempre será um Orgulho de Serraria, expresso nossa solidariedade aos familiares e amigos neste momento de tristeza”, diz um dos trechos do texto.

Reprodução / Instagram

PUBLICIDADE

Nascido em 1º de dezembro de 1929, Roberto Luna deu os primeiros passos de sua carreira artística com papéis em teatro de revista. A partir da década de 40, passou a fazer apresentações em boates do Rio de Janeiro como “crooner”. A estreia como cantor, por sua vez, veio em 1951, depois de ser apadrinhado pelo locutor Afrânio Rodrigues.

Iniciado na música, Roberto Luna fez de Por Quanto Tempo o seu primeiro disco oficialmente lançado. Dentre os principais sucessos da carreira do artista estão as músicas Molambo, O Relógio e O Dia em que Me Queiras.