Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Iraniana de 103 anos internada por coronavírus tem alta e surpreende médicos

Segundo a agência oficial de notícias iraniana, Irna, uma senhora de 103 anos teve alta do hospital após ser internada. A publicação não dá muitos detalhes sobre o estado de saúde da senhora e histórico clínico, tampouco seu nome, mas o caso tem surpreendido ao redor do mundo. A taxa de mortalidade do coronavirus em pessoas acima dos 70 anos é altíssima.

PUBLICIDADE

O Irã é o terceiro país mais afetado pelo surto do novo corona vírus, atrás apenas da Itália e China. Por lá, as contaminações chegam a 17.161, com 1.135 mortes confirmadas. Por isso, a notícia de que uma mulher de 103 anos superou a doença chama tanto a atenção. Aliás, em todo o mundo, a notícia é realmente surpreendente. Ainda sobre o caso da senhora de 103 anos, ela foi tratada em um hospital universitário na cidade de Semnan, de acordo com a publicação.

Para se ter ideia, de acordo com um levantamento da OMS em parceria com os dados chineses, a taxa de mortalidade em pacientes com mais de 80 anos é de 21,9%. Mas, ainda de acordo com o mesmo boletim, esse não é o único caso surpreendente no Irã. Um homem de 91 anos teve uma recuperação inesperada e recebeu alta apenas 3 dias depois da internação.

PUBLICIDADE

De acordo com a OMS, mais de 70% dos casos de contaminação na China receberam alta. Vale lembrar que foram quase 81 mil casos, que continuam crescendo em ritmo muito mais lento agora. A notícia é positiva e tranquiliza. É realmente importante tomar cuidado com as pessoas em situação de risco para evitar complicações.

Estão no grupo de risco: pessoas acima de 60 anos, fumantes, pacientes imunodeprimidos, hipertensos, diabéticos e pacientes com problemas respiratórios em geral – vale lembrar que qualquer condição clínica que possa levar a uma sobrecarga dos órgãos pode integrar o grupo de risco. Todo cuidado é pouco nesse momento.