Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Jair Bolsonaro afirma estar disposto a aumentar o valor do auxílio emergencial, mas dá condições: “Eu pago até R$ 1 mil por mês”

Muitas pessoas têm falado sobre o auxílio emergencial criado pelo governo na intenção de minimizar o impacto na economia do país e também para ajudar as pessoas a passarem por essa crise ocasionada pela pandemia do vírus Covid-19.

PUBLICIDADE

No começo do isolamento, houve o anúncio de que seriam liberadas três parcelas de R$ 600 para os cidadãos que se encaixassem nas condições específicas para obter a ajuda. Entretanto, aconteceu um acréscimo. O governo anunciou que o auxílio será prorrogado, tendo mais duas parcelas no valor de R$ 300.

Na data de 9 de junho, terça-feira, antes de entrar no Palácio da Alvorada, Jair Bolsonaro fez uma declaração para jornalistas sobre o aumento do benefício. O presidente afirmou estar disposto a aumentar as últimas parcelas do auxílio emergencial, desde que os deputados e senadores cortassem os próprios salários.

PUBLICIDADE

Em uma entrevista, o presidente contou que conversou com os parlamentares, pois eles queriam que o auxílio fosse maior.

Páginas: 1 2