Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Luto! Globo perde mais uma de suas estrelas, ator partiu aos 96 anos e deixou uma história de sucesso

Leonardo Villar é mais um dos grandes medalhões da Rede Globo a se despedir este ano. O ator, aos 96 anos, sofreu uma parada cardíaca e não resistiu. Villar se recuperava de uma cirurgia no fêmur, mas passava bem. A família vai respeitar seus desejos e o ator será cremado.

PUBLICIDADE

Em decorrência da pandemia de coronavírus, não haverá velório. Villar morreu em São Paulo e deixou uma marca na história da dramaturgia brasileira, com personagens marcantes e uma história muito bem escrita.

PUBLICIDADE

Sua carreira de ator de teatro começou em meados da década de 50. Depois de alguns trabalhos, ele foi convocado para interpretar Zé do Burro, um dos protagonistas do filme “O Pagador de Promessas”. A trama foi um sucesso e até hoje é considerada um marco.

O filme, de Anselmo Duarte, foi um sucesso tão grande que acabou conquistando uma importante premiação internacional, a Palma de Ouro, no Festival de Cannes, em 1962. Suas atuações na Globo continuaram até 2010, quando fez seu último trabalho.O filme é até hoje o único brasileiro a ganhar a premiação, considerada uma das mais relevantes no meio do circuito internacional. Villar tem um peso fundamental na história de sucesso da produção.

Na TV, sua estreia aconteceu na TV Tupi, na novela “A Cor de Sua Pele”, que ajudou a impulsionar seu nome para outras produções relevantes da época.

Villar participou da novela “Passione”, em 2010, a trama ainda era estrelada por Fernanda Montenegro, Tony Ramos e Reinaldo Gianecchine. A carreira consolidada como ator de novelas também teve passagens na extinta emissora Tupi, onde realizou alguns papéis.

Apesar de ter passado a última década mais distante dos holofotes, Villar possui uma história que se confunde com a história do própria TV brasileira. De tempos em tempos, nascem artistas como o ator que marcam a história de algo muito maior que eles próprios.