Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Luto! Médico morre de covid-19 dois meses após esposa pedir para ele deixar o trabalho: ‘Meu lugar é aqui, na frente de batalha’

O médico, que era reconhecido por seus atos de empatia, bondade e humanidade na linha de frente de enfrentamento ao novo coronavírus, perde agora sua batalha pessoal contra a doença e deixa a todos consternados com seu falecimento.

PUBLICIDADE

Diagnosticado com a covid-19 no dia 18 de junho, o Dr. Orlando Tavares Pinheiro faleceu na última terça-feira, dia 21 de julho, após lutar pela vida no Hospital das Clínicas de São Paulo, onde ficou entubado por mais de 20 dias.

Sua esposa, Arlete, conta, emocionada, que o marido sempre teve muito amor à profissão e, mesmo tendo muito medo de ser contaminado e acabar levando o vírus para a família, enfrentou a guerra contra a covid-19. Quando incentivado a parar, ele dizia que “uns nascem para ser médicos e outros nascem médicos”, de acordo com a esposa.

PUBLICIDADE

Arlete é enfermeira e conta ainda que, antes de ele ser contaminado, ela pediu para ele não dar mais plantão. Recentemente, ela divulgou a conversa com o marido em sua redes sociais, quando lamentou o triste ocorrido. Confira no print abaixo:

Mdico diz para mulher que no pode abandonar batalha contra Covid-19 e morre dois meses depois Foto Reproduo

Orlando faleceu aos 47 anos de idade, era diabético e, na cidade onde morava e trabalhava, não teve velório aberto ao público, por conta das medidas de prevenção ao contágio de covid-19. Mas foi muito aplaudido durante o cortejo quando seu corpo era conduzido para o sepultamento.

O médico deixa a viúva, com quem foi casado por 14 anos, e duas filhas, além de muita comoção e um grande legado. Seu nome ficará gravado na memória e no coração de todos. Fotos do casal e do médico abaixo:

Mdico Orlando Pinheiro trabalhava na linha de frente de combate a Covid-19 em Santa Isabel Foto Marcelo ArenaArquivo Pessoal

Arlete era casada com o mdico h 14 anos e juntos eles tiveram duas filhas Foto Arlete Alves da Silva Pinheiro Arquivo Pessoal