Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Macaco viciado em bebida alcoólica e canibalismo é preso por atacar 250 pessoas e matar uma delas

Este fato interessante envolvendo um macaco se deu na Índia, onde um primata foi preso acusado de atacar 250 pessoas dentro de 3 anos. O caso mais curioso desse animal era seu vício em bebida alcóolica e canibalismo. O macaco era alimentado de carne de outros primatas e bebidas alcólicas por meio de seu dono.

PUBLICIDADE

O animal canibal chegou a atacar 250 pessoas e provocou a morte de algumas delas, sendo preso e condenado após o episódio a passar o resto dos dias em uma cela longe da vida selvagem.

Entretanto, de acordo com as informações da polícia, a culpa não é do macaco, já que ele foi habituado e ensinado dessa forma por seu cuidador.

PUBLICIDADE

O macaco era da região de Uttar Pradesh, na Índia. Com o falecimento de seu dono, o animal saiu do controle. E a partir daí, então, que começou a atacar as pessoas, gerando caos e violência. O primata se chamava Kalua.

As informações oficiais da polícia dizem que o macaco Kalua agredia sempre mulheres e crianças e usava suas garras afiadas para machucar suas vítimas, assim se alimentando.

Os ferimentos eram tão severos que muitas vítimas desse animal tiveram que ser submetidas ao atendimento emergencial após o ocorrido e até mesmo a cirurgias plásticas, para reconstruir partes de seus corpos afetadas pelo ataque do macaco. Durante esse período solto, o animal chegou a fazer uma vítima fatal, que não resistiu aos danos.

Agora Kalua foi capturado e levado para um zoológico. Lá ele irá passar o resto de seus dias em uma cela cumprindo “pena de prisão perpétua”, sem expor indivíduos aos seus riscos.

O macaco ainda não come vegetais e ficará isolado, longe do convívio com outros animais, até ser recuperado e reaprender a viver em harmonia com os outros bichos do zoológico.