Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Mãe, com problemas psiquiátricos, tem surto psicótico, tira a vida da filha de 9 meses e ataca a de 9 anos

Um caso inacreditável aconteceu na tarde da última segunda-feira (29), em São Bernardo do Campo, São Paulo. Uma mãe, de 27 anos, que toma remédios controlados por causa de problemas psiquiátricos, teve um surto psicótico e tirou a vida de sua filha de apenas 9 meses de idade

PUBLICIDADE

A mãe ainda teria partido para cima de sua outra filha, que tem a idade de 9 anos e, graças ao tio, foi salva. De acordo com informações da Polícia Civil, a mulher estava em casa, um apartamento luxuoso onde morava no 10º andar. No local, estavam as duas filhas e o cunhado.

A mulher se chama Jéssica Silva. E, durante um momento, surtou e tirou a vida da filha de 9 meses. A menina foi identificada como Ivyalla Silva Chaumett e morreu com um corte no pescoço provocado por uma arma branca.

PUBLICIDADE

De acordo com as informações, a mãe chegou a partir mesmo pra cima da outra filha, de 9 anos, e foi quando teve o ato impedido pelo cunhado, que salvou a criança ao entrar em luta corporal com Jéssica e imobilizá-la, impedindo assim que o pior acontecesse com a criança.Os vizinhos ouviram o barulho que vinha do apartamento e, percebendo toda a confusão, decidiram chamar a Polícia Militar imediatamente. Ao chegar ao local para averiguar a ocorrência, a polícia encontrou uma das crianças sem vida. Já a filha mais velha foi encaminhada ao hospital juntamente com o cunhado de Jéssica.

A mulher também foi levada ao hospital do município e logo depois foi encaminhada para a delegacia local. Lá, ela contou aos policiais que, por causa de problemas de nível psiquiátrico, faz uso de medicação controlada.

A delegacia de São Bernardo do Campo está investigando o caso. A ocorrência foi registrada, e Jéssica será indiciada por flagrante de homicídio qualificado.

De acordo com informações, o corpo da criança de 9 meses teria sido levado para o IML de São Bernardo. Não há informações sobre o paradeiro do pai das crianças.