Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Médicos removem curativo esquecido em idosa por mais de 20 anos após cirurgia

Uma idosa de 65 anos precisou ser submetida a cirurgia depois de mais de 20 anos convivendo com um erro médico grosseiro. A idosa realizou um procedimento cirúrgico em 1999, quando ficou com uma gaze presa no abdômen.

PUBLICIDADE

O caso foi detalhado em artigo publicado na Cureus Medical Jornal. A idosa passou por um procedimento em razão de um câncer na mucosa gástrica, mas acabou ficando com um pedaço do curativo no intestino.

A idosa chegou à emergência com quadro de febre, dor abdominal e inchaço. Aos médicos também relatou ter perdido oito quilos em um único mês, período em que também desenvolveu um quadro de anorexia.

PUBLICIDADE

Num primeiro momento, os médicos fizeram exames e confirmaram um quadro de anemia e processo inflamatório. Foi através de uma ultrassom que os médicos identificaram um corpo estranho na região abdominal.

O corpo estranho já tinha sido observado em outros exames ao longo das últimas décadas, confirmaram os médicos que cuidaram da paciente dessa vez. Eles chegaram a essa descoberta porque avaliaram exames antigos da pacientes.

Páginas: 1 2