Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Ministério da Agricultura suspende venda de petiscos de mais 3 empresas após mortes de cachorros

Após uma onda de morte de cachorros, o Ministério da Agricultura tomou providências para evitar novos casos até que a causa tenha sido inteiramente esclarecida. A última medida foi recolher produtos de 3 marcas diferentes.

PUBLICIDADE

Nas últimas semanas foram confirmadas as mortes de mais de 50 cães e a principal linha de investigação é de que os animais tenham sido contaminados com propilenoglicol adulterado, que foi encontrado em petiscos de algumas marcas.

A investigação começou com a empresa Bassar Pet Food, que se antecipou e anunciou recall de seus produtos.

PUBLICIDADE

Agora, as empresas  FVO Alimentos Ltda., Peppy Pet Indústria e Comércio de Alimentos para Animais e Upper Dog Comercial Ltda também tiveram seus petiscos para cachorro retirados do mercado.

Vale ressaltar que o propilenoglicol é uma substância liberada para uso em produtos de alimentação animal, no entanto, acredita-se que o produto tenha sido contaminado com monoetilenoglicol, advindo de uma empresa sem registro.

Para se ter ideia, esse foi o mesmo responsável pela contaminação de clientes da cerveja Belorizontina, nos anos de 2019 e 2020. A medida das autoridades se deve ao fato de que o lote de propilenoglicol adulterado, ao que tudo indica, também foi usado em produções das três marcas.

As investigações sobre o caso ainda estão em curso e, até o momento, nenhuma das marcas foi penalizada. A suspensão da venda dos produtos tem caráter cautelar, como explica a nota do Ministério.