Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Ministro da saúde fala sobre coronavírus: “se situação complicar, as escolas podem fechar”

O Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta admitiu em uma coletiva de imprensa na última quarta-feira (11) que está atualmente discutindo com sua equipe o fechamento de escolas atualmente devido ao coronavírus.

PUBLICIDADE

Para o ministro, caso as escolas sejam fechadas as crianças podem acabar ficando com os avós, que são um grupo de risco que eles justamente querem proteger do vírus em questão, que devido a isso o fechamento das escolas se faz um dilema.

Em um vídeo que foi publicado através das redes sociais nesta quarta-feira (11) o ministro Abraham Weintraub também falou a respeito do caso mas ponderou sobre o que pode ser feito agora, caso seja necessário que as escolas sejam fechadas por um período.

PUBLICIDADE

O ministro da Educação declarou que as medidas agora estão sendo tomadas e que será montado também um plano para aulas remotas.

A declaração do ministro foi feita no mesmo dia em que Organização Mundial de Saúde declarou que o coronavírus agora pode ser considerado como pandemia, ou seja, desta forma a presença e transmissão está sendo sustentada através de vários continentes.

Devido a decisão que foi tomada pela OMS, Mandetta declarou que qualquer pessoa que chegar ao Brasil de um voo internacional independente do país de origem e que apresentar febre, tosse ou outros sintomas pode ser considerada como caso suspeito.

De acordo com os dados que foram apresentados pelo Ministério Público, a letalidade do coronavírus no mundo todo é de em média 3,5% sendo que na China a taxa é de 3,9%, na Europa 3,5% e no Sudeste Asiático é de 2,2%. Para o ministro provavelmente o vírus terá um grande impacto no SUS, e que nesta crise é preciso fazer bom uso do sistema de saúde.