Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Novo surto de coronavírus na China mostra que pode estar vindo vírus ainda pior

O planeta está enfrentando uma de suas piores crises na área da saúde nos últimos anos. O novo coronavírus faz novas vítimas fatais a cada hora no Brasil e no mundo, países de todo o globo estão em quarentena e isolamento social para evitar a contaminação e a proliferação do novo coronavírus.

PUBLICIDADE

O primeiro país a ter o caso da doença e um dos primeiros a se declarar eliminado da doença está precisando fazer lockdown para evitar um novo surto. Uma pequena área localizada em Pequim precisou fazer isolamento total depois de serem registrados novos casos de Covid-19 depois de quase 50 dias sem qualquer outro caso positivo.

Essa situação tem ligações diretas com um dos maiores mercados de atacado na capital da China. 517 pessoas fizeram testes e 45 testaram positivo do novo coronavírus, mesmo elas não apresentando nenhum tipo de sintoma. Agora, 10 mil funcionários do local farão novos exames.

PUBLICIDADE

Essa situação alerta para a possibilidade de uma mutação do vírus, o que poderia ser ainda pior, porque agiu de forma silenciosa na maior parte dos casos, já que 45 pessoas não apresentaram sintomas. Tudo isso só foi descoberto porque dois homens tinham ido ao local, se sentiram mal e também fizeram testagem positivo para a doença.

Agora, segundo as autoridades locais, será necessário implantar medidas para colocar a segurança de todas as pessoas e a saúde delas em primeiro lugar. Chu Junwei disse que serão adotadas medidas de lockdown no mercado e nos bairros no entorno da localidade.

Levando em conta esse medo da capital da China viver essa segunda onda da doença, eventos esportivos que seriam realizados em outras regiões já foram cancelados e estabelecimentos comerciais pararam suas atividades. A estratégia do governo deste país é fazer o isolamento total de qualquer cidade que apresente novos casos e que possam se tornar um novo epicentro da doença.