Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Pai de jovem morta por ex-parceiro desabafa: ‘nunca mais comemoro meu aniversário’

A última quarta-feira foi marcada por violência para moradores do Campo Comprido, em Curitiba. Uma mulher foi morta pelo ex-parceiro, com golpes de estilete, em meio a uma festa. O homem, segundo a família, não aceitava o fim do relacionamento.

PUBLICIDADE

Antonio do Valle dos Santos, pai da vítima, completava 60 anos de idade no mesmo dia em que a filha foi morta. “Nunca mais vou comemorar o meu aniversário, porque recebi o pior presente da minha vida“, desabafou.

Em depoimento, ele conta que a filha já vinha sendo importunada pelo ex-namorado e que já tinha sido ameaçada de morte. Antonio afirma que aconselhava a filha a procurar a polícia, mas a jovem nunca chegou a prestar queixa.

PUBLICIDADE

No dia do crime, como revela Antonio, Francislaine Santos queria ir a festa. Antonio conta que ele e a esposa não queriam ir, mas a mulher acabou cedendo para não deixar a filha ir sozinha. Antonio ainda revela que pediu a filha para ir embora caso o ex-namorado aparecesse.

Infelizmente, segundo testemunhas, Anivaldo Galdino estava no local e tentou reatar o relacionamento com Francislaine. A mulher negou e o suspeito deixou o local, voltando depois armado com um estilete. Ele matou a vítima e depois tentou tirar a própria vida.

“Era uma pessoa muito bacana, menos quando bebia. Ele se tornava uma pessoa agressiva, xingava todo mundo e dizia que iria matar ela”, afirma o pai. Anivaldo esta internado em estado grave e sob custódia da polícia. Se sobreviver, deve ser preso em flagrante.