Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Para ser ‘batizado’ em nova facção, ele foi capaz de atrair o próprio amigo para a morte e chantagear sua família

Um crime no interior de Fortaleza deixou moradores surpresos com a forma fria e calculista que o agressor agiu. O corpo de um adolescente de 15 anos foi encontrado no bairro de Vincente Pinzon. O corpo apresentava várias perfurações por arma de fogo.

PUBLICIDADE

A polícia então começou a investigar o crime e logo descobriu que a morte do adolescente havia sido perpetrada por outro morador da região, conhecido como Riquinho. Segundo apontam as investigações, o suspeito cometeu o crime para ser aceito em uma nova facção.

De acordo com as primeiras apurações da polícia, Riquinho CJ integrava a facção Guardiões do Estado, mas decidiu mudar para o Comando Vermelho. A “tarefa” de “batismo” foi a morte de Ícaro, mas o jovem demonstrou mais requintes de crueldade.

PUBLICIDADE

A família da vítima contou a polícia que Riquinho CJ assumiu a autoria do crime e ainda tentou extorquir dinheiro da família para revelar o paradeiro do corpo. O suspeito está foragido, a polícia agora tenta encontrá-lo para levá-lo a justiça.

Páginas: 1 2