Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Pastor diz que não se arrepende de culto sem máscara que deixou mais de 40 fiéis infectados

Daryl Ross é pastor no Alabama, Estados Unidos, e conta que mais de 40 fiéis acabaram sendo contaminados pelo novo coronavírus, pois foram ao seu culto sem máscara e a transmissão coletiva aconteceu.

PUBLICIDADE

A máscara de proteção facial é um item que tem ajudado a reduzir o número de contaminados pela Covid-19, mas no culto as pessoas não são obrigadas a usarem o item. O pastor contou que, apesar dos fiéis infectados, ele não se arrepende de nada e que faria tudo novamente, alegando que a celebração foi simplesmente “inacreditável”.

Daryl Ross também fez o exame e testou positivo para o novo coronavírus. Dois fiéis já encontram-se em estado grave, sendo que um deles vem enfrentando problemas respiratórios.

PUBLICIDADE

O pastor acredita que um dos fiéis estava infectado, mas, como não apresentava nenhum sintoma, as pessoas não desconfiaram de nada.

Ross explicou que os cultos vinham sendo realizados normalmente, até que um dos membros da igreja ligou para ele informando os primeiros casos confirmados entre os fiéis.

As pessoas procuravam manter distância entre elas na pequena igreja, mas isso não foi suficiente para evitar o contágio. O pastor disse que todos sabiam dos riscos, mas que os cultos eram maravilhosos e não só ele, como todos os demais fiéis, certamente fariam tudo de novo porque foi muito bom.

Os Estados Unidos já registraram 4.163.892 casos confirmados e mais de 145 mil mortes até o momento, em decorrência do novo coronavírus.