Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Puma e Coca-Cola engrossam lista de empresas promovendo boicote ao Facebook

O Facebook, que também é dono do Instagram e Whatsapp, está sendo pressionado a adotar mudanças que impeçam o compartilhamento de mensagens com discurso de ódio. “Basta no ódio por lucro” é a campanha que tem ganhado apoiadores de grande influência.

PUBLICIDADE

A ideia é que nenhuma empresa de grande circulação use as ferramentas de anúncio da rede social durante todo o mês de julho, como uma forma de pressionar a empresa a tomar medidas. Muitas comunidades com discurso de ódio explícito se reúnem nas redes da empresa.

Algumas marcas, como a Coca-Cola, anunciaram que vão deixar de anunciar em outras empresas como Youtube e Twitter também até que as empresas comecem a adotar medidas eficazes contra o discurso de ódio. Outras empresas estão adotando as medidas, mas sem anunciar adesão a campanha.

PUBLICIDADE

Ford, Honda, HP, Levi’s, Reebok, Starbucks, Unilever, Vans são algumas das marcas que estão aderindo a campanha. A expectativa dos organizadores é que a iniciativa ganhe aspecto global, por enquanto as medidas estão sendo adotadas apenas nos Estados Unidos.

Páginas: 1 2