Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Tomada pela dor, mãe que teve o filho morto por adolescente de 14 anos desabafa: ‘Jamais pensei que matariam meu filho por ser homossexual’

Não existe dor maior no mundo do que a dor de uma mãe ao perder o seu filho. Muitas mulheres jamais se recuperam depois desse triste acontecimento e foi o que aconteceu com uma mãe da cidade de Luís Eduardo Magalhães na Bahia, que teve o filho morto apenas por causa de sua orientação sexual.

PUBLICIDADE

O motivo do crime é ainda mais chocante, o jovem Guilherme de Souza de 21 anos foi morto quando voltava para casa na madrugada do domingo, 12 de julho, e a motivação teria sido porque ele estaria flertando com um adolescente de 14 anos, que não gostou nada de Guilherme ficar olhando para ele.

A mãe de Guilherme desabafou dizendo que jamais imaginava que seu filho seria morto ‘por ser homossexual’. O adolescente foi preso e confessou o crime, ele disse que matou Guilherme com ajuda de outra adolescente de 16 anos, porque Guilherme estava olhando para ele com outras intenções.

PUBLICIDADE

O adolescente deu detalhes do crime para polícia e possivelmente Guilherme teria sido queimado vivo. A mãe de Guilherme, que se chama Francine de Souza, contou que o filho era uma boa pessoa e muito alegre, gostava de brincar com todos, para ela foi algo muito difícil que jamais imaginou em sua vida: acordar com uma notícia tão terrível.Ela ainda revelou que toda mãe sabe que um dia o filho vai chegar em casa porque alguém bateu ou fez alguma coisa com ele ‘por ser homossexual’, já que eles sofrem todo tipo de preconceito de muitas pessoas na sociedade que ainda não aceitam.

Mas nunca pensou que fariam algo tão cruel com o filho, ela ainda disse que Guilherme deve ter chamado por ela, pedido socorro, mas ninguém fez nada.

O adolescente foi apreendido pela polícia pouco tempo após o crime e confessou tudo. Primeiramente a polícia disse que ele teve uma discussão com a vítima e que Guilherme havia xingado sua mãe, mas a polícia disse que o autor do crime não mostrou qualquer arrependimento, foi frio em todo tempo. Ele já havia tido outros desentendimentos com a vítima em outra ocasião pelo mesmo motivo.