Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Vacina da Rússia contra o coronavírus começa a ser registrada e imunização deve começar no próximo dia 10

A Rússia está correndo para ser o primeiro país a disponibilizar uma vacina que seja capaz de oferecer proteção contra o novo coronavírus. Mikhail Murashko, ministro da Saúde, explicou que os ensaios clínicos da vacina já chegaram ao fim.

PUBLICIDADE

Esses ensaios foram realizados pelo Gamaleya, que é o Centro Nacional de Pesquisa Epidemiológica e Microbiológica da Rússia. E como essa etapa foi concluída, agora tem início a fase de registro do imunizante.

Foi o próprio Murashko que revelou que a Rússia já deu início ao registro de sua vacina contra a Covid-19, que poderá ser a primeira no mundo disponibilizada para a população de um modo geral.

PUBLICIDADE

O ministro acredita que a vacina começará a ser distribuída na Rússia a partir do próximo dia 10, sendo que os primeiros a receberem o medicamento serão os médicos e professores. E a Rússia estaria desenvolvendo ainda uma segunda vacina, sendo que esta é um projeto do centro Vector, mas que está em ensaios clínicos.

Especialistas disseram que ainda é impossível afirmar se as vacinas oferecerão uma imunidade definitiva ou apenas por um período e caso essa segunda opção seja confirmada, seria necessário uma segunda dose ou até mais.

O anúncio da Rússia de que a vacina já começa a ser aplicada, tem deixado as autoridades do mundo todo preocupadas.

Desde o início desta pandemia do novo coronavírus já foram registrados oficialmente 845.443 casos de contaminação e mais de 14 mil óbitos decorrentes da Covid-19 lá.