Pular para o conteúdo
PUBLICIDADE

Vacinação em massa contra a Covid-19 terá início em outubro, avisa ministro russo

A Rússia pretende iniciar uma vacinação em massa contra o novo coronavírus já no próximo mês de outubro, o projeto foi revelado hoje por Mikhail Murashko, ministro da Saúde, de acordo com informações de agências de notícias internacionais.

PUBLICIDADE

Mikhail explicou que primeiramente serão vacinados aqueles profissionais da área de saúde e também os professores.

Há alguns dias, autoridades russas informaram que a vacina deles já estava quase pronta. O medicamento vem sendo desenvolvido pelo Instituto Gamaleya, em Moscou e o registro deve ser feito ainda este mês.

PUBLICIDADE

Para o ministro da Saúde na Rússia, a vacina deles utiliza como base o adenovírus e já fez todos os testes clínicos para garantir sua eficácia e segurança, agora toda documentação está sendo preparada.

A mídia internacional tem feito duras críticas a esta rápida vacina desenvolvida pela Rússia, uma vez que existe um período para que os testes sejam realizados e não tem como saltar ou antecipar este processo.

Para muitos, o governo russo quer ter prestígio internacional ao dizer que foi o primeiro país a disponibilizar a vacina contra a Covid-19, não dando a devida atenção à segurança da população.

De acordo com dados fornecidos pela Universidade Johns Hopkins, até o momento a Rússia já tem mais de 840 mil casos confirmados e 14 mil pessoas morreram no país.

Kirill Dmitriev, diretor do Fundo Russo de Investimento Direto, disse que a Rússia foi a primeira a colocar um satélite em órbita, se referindo ao Sputnik 1 e sairá na frente também em relação ao medicamento capaz de oferecer imunidade contra o novo coronavírus.